Farol Santander SP recebe a exposição A Outra Realidade, inédita no Brasil

Deixamos este artigo pronto pra você usar. Basta fazer o download ou compartilhar. :)

  •  Com curadoria de Marcello Dantas, mostra de realidade virtual, em cartaz de 17 de setembro 2021 a 16 de janeiro 2022 reúne experiências de renomados artistas internacionais e nacionais;
  • Laurie Anderson exibe pela primeira vez no Brasil obra que já foi apresentada no Festival de Cannes, em 2019;
  • Antony Gormley, que já teve exposição no Brasil com recorde de visitação, expõe obra com dados coletados pela NASA em sua composição;
  • Olafur Eliasson apresenta obra que dialoga com a relação entre os seres humanos e a natureza, temática explorada por esse que é um dos principais artistas da atualidade;
  • A dupla brasileira Motta & Lima fará uma montagem inédita da obra Memória Coletiva, adaptada para o Farol Santander São Paulo;

Press Kit online: https://bit.ly/2XpjnK8

São Paulo, 17 de setembro de 2021 

O Farol Santander São Paulo, centro de empreendedorismo, cultura, lazer e gastronomia, recebe, a partir de 17 de setembro, sua quinta exposição no ano, chamada A Outra Realidade. Sob curadoria de Marcello Dantas, produção da Magnetoscópio e colaboração da produtora Acute Art, a mostra coletiva reúne obras em realidade virtual desenvolvidas por proeminentes artistas contemporâneos dentro e fora do País, como Antony Gormley (Inglaterra) em parceria com a astrônoma Priyamvada Natarajan (Índia); os artistas interdisciplinares Laurie Anderson (EUA) e Hsin-Chien Huang (Taiwan); a dupla Motta & Lima (Brasil); além de Olafur Eliasson (Dinamarca).

Considerada parte do eixo de exposições de arte imersiva, já tradicional no Farol Santander SP, a mostra explora o potencial criativo da realidade virtual, que tem serevelado nos últimos anos uma tecnologia promissora em diferentes áreas doconhecimento e conquista cada vez mais espaço como um novo meio artístico. A capacidade de criar mundos completamente novos, livres de formas e narrativasconvencionais, permite que o público mergulhe nos universos criados sem limitações.

“Trazemos ao público a exposição A Outra Realidade, com obras que desafiam oespaço físico e nossa percepção sensorial, e produzem experiências que sobrepõemrealidade cotidiana e plano virtual. A nosso ver, vivenciar essas e outras realidades pode ampliar nosso conhecimento e promover o estreitamento de relações comdiferentes culturas.”; afirma Patricia Audi, vice-presidente de Comunicação,Marketing, Relações Institucionais e Sustentabilidade do Santander Brasil.

A Outra Realidade nos convida a descobrir outras possibilidades e perspectivas, e anos perguntar quais outras realidades gostaríamos de imaginar e que outro mundoqueremos construir.

Ao todo, a exposição A Outra Realidade reunirá no 24º andar do Farol Santander SPquatro diferentes experiências de realidade virtual, independentes entre si e produzidas por sete criadores interdisciplinares.

As obras consistem em vivências únicas, que utilizam desde temas mais abstratos, até composições ligadas ao espaço e fenômenos naturais desenvolvidas por artistas com características experimentais como Laurie Anderson e Hsin-Chien Huang, que estão em seu terceiro trabalho juntos, após duas outras colaborações de VR premiadas internacionalmente. Laurie Anderson, considerada hoje uma das máximas referênciasem realidade virtual e pioneira em novas linguagens artísticas, já apresentou a obra To The Moon (Para a Lua), que estará no Farol Santander, durante o Festival de Cannes,em 2019. A americana é também a primeira artista a fazer uma residência na NASA.

A mostra marca, ainda, o retorno ao Brasil de trabalhos dos renomados artistas Olafur Eliasson e Antony Gormley, sucessos de público e crítica em outras exposições. Eliasson é um dos maiores artistas da atualidade, conhecido por suas instalações em grande escala, com caráter sensorial e que incentivam uma participação ativa do público. O artista explora a relação entre os seres humanos e a natureza, criando obras que abordam temas como crise climática e energia renovável. O dinamarquês ainda comanda o Studio Olafur Eliasson, um laboratório de pesquisa multidisciplinar, que reúne artistas, artesãos, designers, arquitetos, engenheiros, cineastas e historiadores.

O inglês Antony Gormley produziu em conjunto com a astrônoma indiana PriyamvadaNatarajan, a obra Lunatik, com dados coletados pela NASA. Gormley é consideradoum dos principais escultores da atualidade e, sua primeira exposição no Brasil, em2012, foi uma das mostras mais visitadas daquele ano no mundo, segundo o ArtNewspaper.

Já a dupla brasileira Motta & Lima, retorna ao Farol Santander SP, depois de três anos, quando participaram da mostra Luz e Arte. Em A Outra Realidade, os parceiros apresentarão a obra Memória Coletiva (2018), que será montada em versão inédita diretamente no ambiente expositivo, com a participação da equipe do Farol Santander como figurantes, provocando um diálogo do espaço com o público, a partir das técnicas de realidade virtual. A dupla está entre os mais destacados artistas brasileiros que trabalham na fronteira entre arte e tecnologia.

“Esta exposição parte da investigação dessa prática recente e como, do ponto de vista artístico, estamos criando uma realidade paralela. Trata-se de um meio que desafia nossa percepção e geralmente sobrecarrega a nossa capacidade cognitiva. Pode-se argumentar que as novas gerações, acostumadas ao ambiente digital e inovações tecnológicas, podem não estar sujeitas à sobrecarga sensorial da realidade virtual. Qual seria, então, o meio de arte para os mais jovens? O que fará com que eles tenham seu momento de revelação, de descoberta e decifração? A resposta emocional é, de longe, a manifestação mais importante da arte; a realidade virtual é um meio sem o objeto, mas repleto de respostas emocionais. Aquilo que não é, mas se percebe ser.“; afirma Marcello Dantas, curador da exposição.

Todo o andar da exposição será preparado para atender as recomendações das autoridades em relação aos protocolos sanitários. O ambiente contará com marcação para distanciamento de até 1,5m, álcool em gel, uso obrigatório de máscaras e, permanente e total higienização dos óculos de realidade virtual, a cada visitante que o utilizar.

Lunático (Lunatick) 2019

Antony Gormley & Priyamvada Natarajan

Produzido por: Acute Art

Lunático (2019) é a primeira colaboração em realidade virtual entre o artista AntonyGormley e a professora de astronomia Dra. Priyamvada Natarajan. Para criar a obra, a dupla utilizou dados coletados pela NASA para mapear uma viagem real e interativa, na qual se deixa a Terra, passando através da atmosfera, da estratosfera e do cinturãode asteroides, chegando até o espaço sideral. Essa experiência imersiva – realizadapela produtora de realidade virtual Acute Art – trata o corpo como um recipiente, livre de gravidade, recriando a experiência de flutuar no espaço.

O artista comenta que “a realidade virtual é a última ferramenta para estender nossa consciência para além dos limites de nossa condição e tornar realidade a nossa identidade cósmica”; a astrofísica indiana, por sua vez, afirma: “Sempre desejei compartilhar a magia e a majestade do universo em um caminho experiencial íntimo, e este projeto, junto com Antony Gormley e a Acute Art, oferece uma emocionante oportunidade para uma viagem única de exploração”.

Para a Lua (To the Moon) 2018

Laurie Anderson & Hsin-Chien Huang

Nessa experiência, o espectador flutua pela paisagem da Lua em condições de baixa gravidade, passando por uma série de imagens baseadas em fatos e ficção. As cenas incluem constelações que apresentam formas de vida que estão se extinguindo; um museu de DNA em que o público voa por entre esqueletos de dinossauros; um terrenobaldio tecnológico; e Snow Mountain, que é inspirada no enredo de filmes de aventura espacial.

Arco-íris (Rainbow) 2017

Olafur Eliasson

Produzido por: Acute Art

Em Arco-íris, o artista Olafur Eliasson recria este fenômeno natural efêmero por meiode processos digitais interativos. Os espectadores entram em um ambiente imersivo e encontram uma fina cortina de água que cai suavemente. Assim como um arco-íris só aparece quando a luz, as gotas d’água e olho estão alinhados, o arco íris-virtual de Eliasson só pode ser visto quando o movimento do espectador produz uma correlação entre esses três pontos.

Memória Coletiva 2018

Motta & Lima (Gisela Motta e Leandro Lima)

A cor azul da sala cria uma referência marcante no espaço. Ao vestir o equipamento, o visitante começa a participar de uma experiência narrativa que reproduz exatamente omesmo ambiente em que ele se encontra, e a sensação é de que nada de diferenteacontece, pois o que ele vê através dos óculos é a mesma sala azul.

Aos poucos, vai-se percebendo a presença de pessoas entrando no ambiente, algo quese intensifica até que diversos indivíduos se aproximam e estabelecem contato visual. No centro do recinto, aquele que ali está passa a ser analisado por esse grupo, o quecausa diferentes reações.

Apesar da potência dessa experiência a partir desse estímulo, tudo acontece apenasno plano do visível: somente dentro desse sistema e para aqueles que vestem os óculos de realidade virtual as ações se desenrolam, tal como ocorre em nossasrelações atuais mediadas pelas redes sociais e por sistemas de comunicação digitais.

Sobre Marcello Dantas

Premiado curador interdisciplinar com ampla atividade no Brasil e no exterior. Trabalha na fronteira entre a arte e a tecnologia, produzindo exposições, museus e múltiplos projetos que buscam proporcionar experiências de imersão por meio dos sentidos e da percepção. Em 2020, foi apontado curador da 13a Bienal do Mercosul, que ocorre em 2022, em Porto Alegre.

Esteve por trás da concepção de diversos museus, entre os quais o Museu da Língua Portuguesa e a Japan House, em São Paulo, o Museu do Homem Americano e o Museu da Natureza, no Piauí, e o Museu do Carnaval, na Colômbia. Atualmente Dantas assina acuradoria do SFER IK Museo em Tulum, México.

Assinou a curadoria de exposições de artistas estrangeiros de renome como Ai Weiwei, Anish Kapoor, Jenny Holzer, Michelangelo Pistoletto, Peter Greenaway, Rebecca Horn, Bill Viola e Laurie Anderson. Foi também diretor artístico do Pavilhão do Brasil na ExpoShanghai 2010, do Pavilhão do Brasil na Rio+20, da Estação Pelé, em Berlim, na Copado Mundo de 2006 e integra o corpo de curadoria da Bienal de Vancouver desde 2014.

Sobre o Farol Santander São Paulo

Desde sua inauguração, em janeiro de 2018, o Farol Santander já recebeu mais de 850mil pessoas e 21 exposições nos eixos temático e imersivo, divididas em cinco andares do centro de cultura, empreendedorismo, lazer e gastronomia. As atrações do Farol Santander ocupam 18 pisos dos 35 do edifício de 161 metros de altura que, por um longo período, foi a maior estrutura de concreto armado da América do Sul.

As visitas começam pelo hall do térreo, que conta com a Loja da Cidade e o famosolustre de mais de 1,5 toneladas, seguindo até o Mirante do 26º que, após arevitalização, ganhou um Café especial, com uma das vistas mais famosas de São Paulo.

Do 2º ao 5º andar os visitantes podem conhecer a história do prédio e da própriacidade, no Espaço Memória, que tem mobiliários originais feitos pelo Liceu de Artes e Ofícios nas salas de reuniões, diretoria e presidência, ambientadas sonoramente para simular o funcionamento a época como Banco do Estado de São Paulo.

No subsolo do edifício, está instalado o Bar do Cofre SubAstor, onde funcionava o cofre do Banco do Estado de São Paulo desde 1947 (tombado pelo Patrimônio Histórico). O bar é ambientado com as características da época e pitadas contemporâneas em design e mobiliários, com cartas de drinks especiais, além de comidinhas.

Sobre a Acute Art

A Acute Art colabora com renomados artistas internacionais, novas mídias e tecnologia para produzir e exibir obras de arte em realidade aumentada (AR) e virtual (VR). As colaborações incluem peças com Marina Abramović, Olafur Eliasson, Antony Gormley,Anish Kapoor, KAWS, entre outros. As obras são acessíveis em exposições e pelo aplicativo para celular da Acute Art.

Serviço A Outra Realidade – Farol Santander São Paulo

Data: 17/09/2021 a 16/01/2022

Onde: Rua João Brícola, 24 – Centro (estação São Bento – linha 1, azul do metrô)

Site Farol Santander: farolsantander.com.br

Telefone Farol Santander: (11) 3553-5627

Funcionamento: terça-feira a domingoHorários: 09h às 20h**

** Horários sujeitos à alteração de acordo com possíveis novas determinações dasautoridades públicas. Consulte o site.

Ingressos: R$ 25,00 (visitação completa ao Farol Santander) site e bilheteria física no local.

Compra online: https://bileto.sympla.com.br/event/66583/d/101875

Crianças de até 2 anos e 11 meses não pagam ingresso. A partir dos 3 anos, pagammeia entrada e, a partir dos 12 anos, é necessária a apresentação de RG e carteirinhade estudante para o pagamento da meia

Classificação: Livre

Brigada de incêndio e Seguranças: Efetivo total de 60 pessoas

Banheiros: 2 por andar – 1 masculino e 1 feminino (4º, 8º, 21º, 22º, 23º, 24º e no 26ºandar)

*Monitoria no andar

*Distanciamento Social

* Uso de Máscara obrigatório

* Higienização permanente e total dos objetos a cada utilização

* Instalações acessíveis para cadeirantes

Mais Informações:

MARRA COMUNICAÇÃO – Assessoria de Imprensa Santander/Farol Santander

Vinícius Oliveira: [email protected] – 11 95946-2063

Paulo Marra: [email protected] – 11 99255-3149

Redação: [email protected] – 11 3258-4780Site: http://marracomunica.com.br

Área restrita