Santander abre sua 40ª loja Agro no País

Deixamos este artigo pronto pra você usar. Basta fazer o download ou compartilhar. :)

  • Campo Verde (MT) recebe o mais novo espaço especializado de negócios
  • Modelo bem-sucedido é símbolo do otimismo do Banco para com o setor

São Paulo, 24 de junho de 2020

O Santander inaugurou sua 40ª loja Agro no Brasil. Campo Verde, em Mato Grosso, foi a cidade escolhida pelo Banco para seu mais novo espaço especializado de negócios. A população do município, principalmente os produtores rurais da região, poderão realizar suas transações bancárias na agência localizada na rua Brasil, 1066, Estação da Luz.

“Estamos muito felizes de chegar ao total de 40 lojas Agro no Brasil. O modelo de negócios, criado em 2017, foi inovador e serviu de exemplo para outros espaços físicos, como as lojas Empresas e Prospera, além de impulsionar a interiorização do Banco”, afirma Carlos Aguiar, diretor de Agronegócio do Santander Brasil. Das 40 lojas Agro, sete viraram agências completas – Campo Novo do Parecis (MT), Alta Floresta (MT), Cáceres (MT), Cianorte (PR), Pato Branco (PR), Vilhena (RO) e Balsas (MA) – devido ao crescimento acelerado em outros setores das economias locais, como comércio, indústria e serviços.

Os espaços já representam 15% da carteira de crédito do Banco ao setor no varejo. As lojas têm vocação comercial para o segmento, utilizam soluções digitais e não fazem transações em espécie. “É um modelo de atendimento de sucesso, que traz um ambiente seguro totalmente voltado ao atendimento dos clientes e de seus negócios. Seguiremos em expansão, nas regiões que são destaques no PIB Agro e as que apresentam potencial de crescimento e cada vez mais estamos trabalhando na proximidade com o empreendedor rural, não somente com ofertas financeiras, mas entendendo sua real necessidade e o orientando a seguir o melhor caminho para crescer”, ressalta Aguiar.

Um exemplo da sólida aposta do Santander no potencial do setor foi a participação na primeira feira agrícola 100% digital do País, a Agrotins, em maio, e no Rally da Safra virtual. “Estamos diante de um singular momento para o mundo: o distanciamento social continuará sendo adotado e as formas de relacionamento terão que ser reinventadas. Não podemos e não vamos interromper os negócios. Sempre se fala que o agronegócio precisa evoluir cada vez mais na adoção de tecnologia e esse movimento é mais uma inovação e ineditismo do setor. E nós vamos acompanhar essa tendência”, disse o superintendente executivo de Agronegócio do Banco, Paulo César Bertolane.

A instituição viu com bons olhos o anúncio do Plano Safra 2020-21, com reforço de volume nas linhas para pequenos e médios produtores e seguro rural. “Estamos caminhando para um mercado mais aberto, onde há espaço para que bancos públicos e privados atuem com soluções financeiras mais competitivas”, declara Bertolane. Desde 2016, o Santander vem reforçando a estrutura de atendimento ao setor e é o Banco que mais cresce na concessão de crédito ao segmento.

A carteira de crédito ampliada (que considera Recursos Obrigatórios e Livres, BNDES, Funcafé e os títulos CPR e CDCA) do Banco ao agronegócio chegou a R$ 20 bilhões ao final de 2019, crescimento de 22,5% ante 2018 (R$ 16,325 bilhões). Até abril, o montante chega aos R$ 21,5 bilhões, com avanço de 23% na mesma base de comparação.

Possui ampla oferta de produtos e serviços financeiros e não-financeiros para o atendimento dos clientes, como financiamentos, seguros e adquirência Getnet. Segue abaixo a lista das 40 Lojas Agro nas diversas regiões agropecuárias do País:

Lojas Agro do Santander Brasil

Goiás (5): Cristalina, Posse, Mineiros, Porangatu, Quirinópolis

Maranhão (1): Balsas

Mato Grosso (11): Campo Novo do Parecis, Canarana, Primavera do Leste, Alta Floresta, Nova Mutum, Cáceres, Juara, Querência, Pontes e Lacerda, Diamantino e Campo Verde

Mato Grosso do Sul (6): Naviraí, Maracaju, Chapadão do Sul, São Gabriel D’Oeste, Rio Brilhante, Sidrolândia

Minas Gerais (3): Unaí, Monte Carmelo, João Pinheiro

Pará (2): Paragominas, Redenção

Paraná (5): Cianorte, Pato Branco, Marechal Cândido Rondon, Santo Antônio da Platina, Ivaiporã

Piauí (1): Bom Jesus

Rio Grande do Sul (3): Frederico Westphalen, Sarandi, Ibirubá

Rondônia (1): Vilhena

Santa Catarina (1): Campos Novos

Tocantins (1): Gurupi

Área restrita