Santander adota medidas para minimizar impactos do novo coronavírus

Deixamos este artigo pronto pra você usar. Basta fazer o download ou compartilhar. :)

  • Banco está ampliando em 10% o limite do cartão de crédito de todos os clientes adimplentes e antecipará para abril o pagamento total do 13º salários de todos os funcionários

São Paulo, 17 de março de 2020

O Santander Brasil adotou uma série de medidas para minimizar os impactos e colaborar para conter o avanço do novo coronavírus no País. Entre as ações está o aumento de 10% dos limites dos cartões de crédito. O pagamento total do 13º salário dos 47 mil funcionários do Banco será antecipado para o mês de abril.

Todos os clientes, correntistas do Banco ou não, que estão em dia com as faturas de seus cartões terão os limites ampliados nos próximos dias. Para saber se a alteração já foi feita, basta utilizar o aplicativo de gestão de cartões Santander Way, via celular ou tablet.

“Neste cenário de incertezas e preocupações, é fundamental zelar pela segurança de todos e dar mais tranquilidade ao cliente na gestão de suas finanças”, afirma Sérgio Rial, presidente do Santander Brasil. “O aumento do limite do cartão de crédito, por exemplo, é uma medida que permite jogar para a frente o pagamento de algumas despesas, o que pode fazer a diferença para quem já teve o orçamento afetado pelas mudanças na conjuntura econômica.”

Além de divulgar massivamente as medidas preventivas, bem como a forma de agir caso apresentem sintomas da doença ou os identifiquem em pessoas próximas, o Banco fará o adiantamento de 100% do 13º salário a todos os colaboradores.

O Santander também está participando da iniciativa de prorrogar por até 60 dias o vencimento de parcelas de crédito, anunciada ontem com base em uma resolução do Conselho Monetário Nacional. Por enquanto, a iniciativa abrangerá algumas linhas de crédito pessoal (CP), preventivo, direto ao consumidor (CDC) e imobiliário.

“Mais do que ajudar, precisamos cuidar. É com esse olhar que temos adotado ações para minimizar os impactos da propagação do vírus e zelar pelo bem-estar dos nossos funcionários, clientes e da sociedade”, conclui Sérgio Rial.

Área restrita