Santander estreia operações de loja voltada ao Agronegócio em Sarandi

Deixamos este artigo pronto pra você usar. Basta fazer o download ou compartilhar. :)

Banco abre segundo espaço especializado ao segmento no Rio Grande do Sul

Espaço no município gaúcho é o 24º aberto no País

O Santander inaugura as atividades da segunda loja vocacionada ao Agronegócio no Rio Grande do Sul. A população da cidade de Sarandi, principalmente os produtores rurais da região, poderão realizar suas transações bancárias na agência localizada no centro da cidade, na avenida Expedicionário, 565.

A unidade de Sarandi se junta a de Frederico Westphalen e o Rio Grande do Sul passa a ter duas lojas Agro. Com essa inauguração, o Santander passa a ter 24 estabelecimentos desse perfil no País. “Sarandi é considerada o ‘polo industrial’ da região do Alto Uruguai, inclusive abrigando agroindústrias. Tínhamos que ter uma loja no município para atender aos produtores rurais da região com a exclusividade que eles merecem”, afirma Carlos Aguiar, diretor de Agronegócios do Santander Brasil.

O espaço de atendimento faz parte da interiorização do Banco em cidades onde ainda não estava presente e em algumas de relevância no PIB agrícola nacional. “O modelo de atendimento da Loja Agro tem se mostrado uma boa escolha: o espaço tem vocação comercial no segmento, utiliza de soluções digitais, não há transações em espécie, criando um ambiente mais seguro de negócios. Mas, dependendo da demanda local, podemos avaliar a transformação do espaço em uma loja tradicional”, ressalta Luis Ricardo de Souza, superintendente da Rede Sul do Santander Brasil.

Das 23 lojas Agro, três já se converteram em agências tradicionais – Campo Novo do Parecis (MT), Vilhena (RO) e Alta Floresta (MT) – e a de Cianorte (PR), Pato Branco (PR) e a de Cáceres (MT) foram abertas como loja completa, ajudando no movimento de expansão do Banco no País. Até o final de 2019, o Santander prevê a abertura de, pelo menos, mais 15 estabelecimentos no País – Mato Grosso (2), Minas Gerais (2), Goiás (2), Mato Grosso do Sul (2), Paraná (4) e Santa Catarina (1). As duas previstas para o Rio Grande do Sul foram inauguradas, mas outros municípios estão sendo analisados para serem sedes na continuidade da interiorização do Santander no Brasil.

Santander Brasil no Agronegócio
A carteira de crédito ampliada (que considera Recursos Obrigatórios e Livres, BNDES, Funcafé e os títulos CPR e CDCA) do Banco ao segmento teve um aumento de 188% entre dezembro de 2015 e abril de 2019, passando de R$ 6,086 bilhões para R$ 17,522 bilhões. O resultado de abril representou uma alta de 21,5% ante abril de 2018 e avanço de 1,2% na comparação com março, enquanto o mercado cresceu 5% e avançou 0,4%, respectivamente. Somente em 2018 ante 2017, o crescimento foi de 26%, para R$ 16,325 bilhões frente ao crescimento de mercado de 9%. As principais culturas atendidas na carteira são soja, milho e boi gordo.

O Santander Brasil já inaugurou lojas Agro em Cristalina (GO), Naviraí (MS), Posse (GO), Campo Novo do Parecis (MT), Canarana (MT), Paragominas (PA), Balsas (MA), Primavera do Leste (MT), Unaí (MG), Maracaju (MS), Redenção (PA), Alta Floresta (MT), Mineiros (GO), Nova Mutum (MT), Vilhena (RO), Chapadão do Sul (MS), São Gabriel D’Oeste (MS), Cianorte (PR), Cáceres (MT), Juara (MT), Gurupi (TO), Pato Branco (PR) e Frederico Westphalen (RS).

Área restrita