Santander lança fundo global que permite acesso a inovações e tendências do futuro

Deixamos este artigo pronto pra você usar. Basta fazer o download ou compartilhar. :)

  • Família de produtos investe em ativos multitemáticos do mercado mundial com foco em três grandes temas – sociedade, tecnologia e planeta

São Paulo, 16 de junho de 2021 

A Santander Asset Management Brasil (SAM) acaba de lançar uma família de fundos offshore multitemáticos, que permitem que os clientes participem de inovações e tendências futuras. O Future Wealth investe em ativos globais e busca capturar a expertise de cada um deles, com foco em 3 grandes temas: Sociedade, Planeta e Tecnologia do Futuro.

Os investidores qualificados, classificados assim por terem mais de R$ 1 milhão disponível para aplicar, terão à disposição duas versões do fundo: uma com exposição cambial, chamado Santander Future Wealth Dólar, e outro sem exposição cambial, chamado Santander Future Wealth Reais. Ambos têm investimento mínimo inicial de R$ 50 mil, 1% de taxa de administração, sem taxa de performance. A referência é o índice MSCI AC World (MSCI ACWI).

Além disso, a SAM também oferece dois fundos de previdência baseados na mesma estratégia, sendo uma voltada para clientes qualificados: o Santander Prev Future Wealth Dólar 40 não tem proteção cambial e exige investimento mínimo de R$ 30 mil, com 1,25% de taxa de administração e taxa de performance de 20% sobre o que exceder o índice composto por 40% do MSCI ACWI (em reais) + 60% CDI. Já o Santander Prev Future Wealth Reais 20, voltado para investidores de varejo, tem investimento mínimo de R$ 30,00, 1,4% de taxa de administração e taxa de performance de 20% sobre o que exceder o índice composto por 20% do MSCI ACWI (em dólar) + 80% CDI.

“Estamos testemunhando mudanças disruptivas, e o Future Wealth oferece aos clientes acesso a este mundo de oportunidades relacionadas a mudanças estruturais em aspectos demográficos, hábitos do consumidor e desenvolvimento de novas tecnologias”, destaca Alberto Monteiro, vice-presidente executivo de Wealth Management do Santander Brasil.

“A abordagem global busca encontrar novos líderes em crescimento que possam se beneficiar desse novo ecossistema, além de possibilitar a diversificação de portfólios de investimento de longo prazo, dada a baixa correlação com ativos tradicionais locais.” Gilberto Abreu, diretor-presidente da Santander Asset Management Brasil.

O fundo cobre três megatendências – sociedade do futuro, tecnologia do futuro e planeta do futuro -, divididas em 18 subtemas que incluem: tecnologia da saúde, robótica, transição energética, envelhecimento da população, inteligência artificial, economia circular, escassez de recursos e transporte futuro, por exemplo. Cada temática representará cerca de 33% do fundo, e a participação de cada subtema pode variar entre 2% e 9%.

Com sede em Luxemburgo, o fundo já é negociado na Espanha, Reino Unido, Alemanha, Portugal, Chile, Estados Unidos e Suíça. O Santander Future Wealth tem como foco investir em fundos de ações e ETFs do mercado mundial para oferecer soluções voltadas para negócios inovadores que conduzem às novas tecnologias e às tendências do futuro.

Área restrita