Santander participa da Agrobrasília Digital

Deixamos este artigo pronto pra você usar. Basta fazer o download ou compartilhar. :)

  • Banco acompanha movimento do setor em viabilizar negócios durante período de pandemia de covid-19

São Paulo, 02 de julho de 2020

O Santander participa da Agrobrasília – Feira Internacional dos Cerrados, que acontecerá de 06 a 10 de julho e que, pela primeira vez, será totalmente digital. No site do evento (digital.agrobrasilia.com.br), o Banco tem seu “estande virtual” no link Expositores > Instituições Financeiras. No espaço online, há a divulgação de seus principais contatos no Estado, além do site www.santander.com.br/agronegocio, no qual o produtor rural tem acesso aos diversos serviços financeiros oferecidos pela instituição.

“Estamos diante de um singular momento para o mundo: o distanciamento social continuará sendo adotado por um tempo e as formas de relacionamento terão que ser reinventadas. Participamos da Agrotins 100% Digital, em maio, que foi a primeira a ter esse formato virtual, e não deixaríamos de estar presente na Agrobrasília, na qual teremos novamente sucesso”, afirma Paulo Bertolane, superintendente executivo de Agronegócios do Santander Brasil.

Bertolane ressalta que o setor nunca deixou de adotar tecnologia na sua produção e agora mostra que inova na forma de fazer negócios. Desde 2016, o Santander vem reforçando a estrutura de atendimento ao setor e é o Banco que mais cresce na concessão de crédito ao segmento. “Estamos caminhando para um mercado mais aberto, onde há espaço para que bancos públicos e privados atuem com soluções financeiras mais competitivas. O agro é o motor da economia brasileira e estaremos sempre prontos para apoiar todos os participantes desse mercado”, declara o executivo, ressaltando que a instituição viu com bons olhos o anúncio do Plano Safra 2020-21, com reforço de volume nas linhas para pequenos e médios produtores e seguro rural.

A carteira de crédito ampliada (que considera Recursos Obrigatórios e Livres, BNDES, Funcafé e os títulos CPR e CDCA) do Banco ao agronegócio chegou a R$ 20 bilhões ao final de 2019, crescimento de 22,5% ante 2018 (R$ 16,325 bilhões). Até abril, o montante chega aos R$ 21,5 bilhões, com avanço de 23% na mesma base de comparação.

Possui ampla oferta de produtos e serviços financeiros e não-financeiros para o atendimento dos clientes, como financiamentos, seguros e adquirência Getnet. Também tem investido em espaço de negócios físicos que tem vocação comercial para o segmento, as Lojas Agro, que utiliza de soluções digitais e não há transações em espécie. Já são 40 Lojas Agro nas diversas regiões agropecuárias do País.

Área restrita